Produção de energia por radiação solar

Título: Dopagem de nanotubos de Tântalo e Titânio para aplicação no processo fotoeletroquímico de water splitting sob irradiação de luz uv-visível

A crescente demanda energética aliada a problemas ambientais e ao alto preço e reservas finitas de petróleo direciona-se, cada vez mais, a uma futura crise energética não muito distante. A energia de fontes renováveis destaca-se como uma alternativa de alto potencial, suficiente para suprir as necessidades da humanidade. O Sol fornece anualmente, para a atmosfera terrestre, 10.000 vezes o consumo mundial de energia. Sendo 50 % dessa energia luz visível e o restante se divide em infravermelho e radiação ultravioleta. Contudo, apenas 5% dessa energia (ultravioleta) pode ser absorvida diretamente pelo semicondutor.

Dopagem de nanotubos

Buscamos, neste projeto, a construção de um sistema híbrido, formados por materiais semicondutores e nanopartículas metálicas plasmônicas, para a produção de energia química e elétrica alimentado apenas por radiação solar como fonte única de energia. A combinação dos efeitos de plasmons às propriedades catalíticas do semicondutor representam uma interessante oportunidade, pois o efeito de plasmon intensifica a absorção de luz visível pelo material semicondutor. O sistema converterá energia solar a outras formas de energia utilizando foto catalisadores capazes de gerar hidrogênio, H2 pelo processo de quebra da molécula de água (water splitting).

Coordenador:
Giovanna Machado
giovanna.machado@cetene.gov.br

Pesquisador:
Jean Claudio S. Costa
jean.costa@cetene.gov.br

Colaboradores

Graça Araújo e Carlos Moysés – Uppsala University
Massimiliano Bestetti – Politecnico di Milano

Ano da Pesquisa

Órgãos Parceiros
UFPE,UFRGS e USP-SP

Órgãos parceiros/fomento
CNPq/FACEPE