Nanossistema com propriedade antitumoral

Título: Desenvolvimento de um nanossistema contendo 17-AAG com propriedade antitumoral

Desde o surgimento, a nanotecnologia traz um enorme potencial à saúde humana, através do desenvolvimento de produtos farmacêuticos, no diagnóstico, na prevenção, detecção e tratamento de doenças. Em particular, a nanomedicina destaca-se na produção de sistemas específicos de liberação controlada de fármacos. Estes nanocarreadores têm propósito de direcionar e controlar a liberação de fármacos com baixa solubilidade em água, baixa biodisponibilidade e alta toxicidade. Dentre as várias formas de sistemas de liberação controlada, os lipossomas vêm sendo o mais estudado. O grande interesse no estudo dos lipossomas é pelo fato principalmente de serem nanoestruturas carreadoras de moléculas hidrofílicas e lipofílicas (como quimioterápicos, hemoglobinas e co-fatores, antígenos, imunomoduladores e material genético). Portanto, este projeto visa o desenvolvimento de sistemas de liberação controlada de fármacos (lipossomas), capazes de viabilizar a administração da 17-AAG em uma formulação que melhore sua solubilidade, bem como, aperfeiçoe a dose terapêutica diminuindo os efeitos tóxicos, torna-se uma inovação tecnológica útil no desenvolvimento de alternativas para o tratamento de câncer.

Pesquisador

Thiers Araújo Campos – thiers.campos@cetene.gov.br

Ano de pesquisa

2014/2016

Órgãos Parceiros

UFPE e Instituto Gonçalo Muniz – Fio Cruz/Bahia